|

Instituto Gianna Beretta de Educação Superior

Fundado com a finalidade de oferecer cursos, programas e atividades de formação e qualificação profissional presenciais e à distância, o Instituto Gianna Beretta de Educação Superior, mantenedor da Faculdade Gianna Beretta, iniciou suas atividades em 8 de março de 2005 com cursos sequenciais de formação específica, oferecendo, em seguida, cursos profissionalizantes e de pós-graduação.

Desde sua origem, estabeleceu forte compromisso com o desenvolvimento do Ensino interdisciplinar e contextualizado, articulado com a Pesquisa e a Extensão, visando à participação dos estudantes no processo de desenvolvimento sustentado, ao empreendedorismo e à compreensão dos fundamentos e processos produtivos, para que atendam às necessidades da sociedade e do mundo do trabalho.

A Faculdade Gianna Beretta foi credenciada pela Portaria MEC nº 541, de 27/06/2014, publicada no Diário Oficial da União nº 122, de 30/06/2014, e recredenciada em 11/09/2020, com a publicação da Portaria MEC nº 738.

Reproduzir vídeo
Missão

Contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do Estado do Maranhão e região, por meio da formação de profissionais competentes e atuantes, com cidadania e ética, em realizações criadoras e solidárias

Visão

Ser reconhecida como uma instituição que desenvolve um ensino interdisciplinar e contextualizado, articulado com a iniciação científica e a extensão, visando à participação dos estudantes no processo de desenvolvimento sustentado, ao empreendedorismo e à compreensão dos fundamentos e processos produtivos, para que atendam às necessidades da sociedade e do mundo do trabalho

Valores

Igualdade, Liberdade, Solidariedade, Diversidade, Participação

Objetivos

A promoção do bem comum pelo desenvolvimento das ciências, das letras e das artes, pela difusão e preservação da cultura e pelo domínio e cultivo do saber humano em suas diversas áreas

Finalidade

A Faculdade Gianna Beretta tem por finalidade principal a oferta de ensino no nível de educação superior, com foco na inovação, empreendedorismo, ética, responsabilidade social, preservação do meio ambiente e estímulo ao desenvolvimento sustentável, garantindo a diversidade e pluralidade de ideias por meio de especialidades que possam atender, de forma efetiva, as demandas das organizações sociais

Estratégia e Gestão

Célia Rezende, professora do curso de Enfermagem da Universidade Estadual do Maranhão; Especialista em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará; Especialista em Enfermagem do Trabalho, representante estadual da Associação Nacional de Enfermagem do Trabalho – ANENT.

Especialista em Formação Pedagógica Para a Educação Profissional na Área da Saúde; Membro do Conselho de Revisores da Revista Científica de Enfermagem – Recien.

Professora substituta da Universidade Federal do Maranhão, lecionou para os cursos de Enfermagem e de Medicina; coordenou o Programa “São Luís Urgente – 192”, atual SAMU, da Prefeitura de São Luís, onde também atuou como Enfermeira na área de Vigilância Epidemiológica; atuou como Enfermeira no Programa Saúde da Família no município de Rosário-MA e na área de Educação em Saúde no Serviço Social do Comércio (SESC); Presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão no triênio 2012 – 2014. 

Direção-Geral

Gianna Beretta possuía um forte vínculo com o estado do Maranhão, visto que seu irmão, padre e médico Alberto Beretta, atuou por muitos anos na cidade de Grajaú (terra natal da diretora geral da Faculdade Gianna Beretta, profª Célia Rezende), onde até hoje é lembrado pelo seu significativo trabalho social.

Gianna Beretta Molla nasceu em Magenta, Itália, no dia 4 de outubro de 1922. Em 30 de novembro de 1949, formou-se em medicina. Especializou-se em pediatria, mas freqüentou a Clínica Obstétrica Mangiagalli, pois, por seu grande amor às crianças e às mães, pretendia unir-se ao seu irmão, padre Alberto Beretta, médico e missionário no Brasil que, com a ajuda do seu outro irmão engenheiro, Francesco, construiu um hospital na cidade de Grajaú, no Estado do Maranhão. Gianna, por sua saúde frágil, foi desaconselhada a vir para o Brasil.

Em 24 de setembro de 1955, casou-se com o engenheiro Pietro Molla, com quem teve quatro filhos: Pierluigi, Maria Zita, Laura e Gianna Emanuela.

Na última gestação, aos 39 anos, descobriu que tinha um fibroma no útero. Três opções lhe foram apresentadas naquele momento: retirar o útero doente, o que ocasionaria a morte da criança; abortar o feto; ou, a mais arriscada, submeter-se a uma cirurgia de risco e preservar a gravidez. Não hesitou: submeteu-se à cirurgia no dia 6 de setembro de 1961.

No dia 21 de abril de 1962, nasceu Gianna Emanuela, a quem teve por breves instantes em seus braços. Gianna Beretta faleceu em 28 de abril de 1962.

Nossa Inspiração
Nossa Inspiração

EXPERIÊNCIA

COMPROMISSO

FOCO EM VOCÊ

ESCOLHA A MELHOR